DEVEMOS FALAR SOBRE GUARDA-CORPO

MUDANÇAS NA NORMA DE GUARDA-CORPOS
29 de outubro de 2018
TIPOS DE GUARDA-CORPOS
14 de novembro de 2018

Em um mundo moderno e atualizado com as novas tendências tecnológicas, hoje em dia torna-se indispensável à propagação de conhecimento a respeito dos modelos que se transformam e atualizam-se com o passar do tempo. Por isto, por meio deste post iniciaremos a “Semana do Guarda Corpo”, evento em que iremos publicar semanalmente a importância do Guarda Corpo nas residências e construções arquitetônicas.

Durante essa semana de conteúdo no blog, explicaremos tudo o que envolve esse projeto em vidro (história, tipo, preço e limpeza). Fique por dentro de nossas postagens e acompanhe a trajetória da linha Guarda Corpo.

O Guarda Corpo inicialmente foi criado na América do Norte em meados do século XVII como uma medida de proteção e segurança para impedir pessoas que pudessem invadir áreas como locais privados, eventos especiais e evitar situações perigosas que poderiam colocar em risco a vida de uma pessoa. Conforme o tempo passou, viu-se a necessidade de colocar essas estruturas em construções altas para proteger ainda mais indivíduos em seus interiores particulares.

Quanto sua forma, os guarda-corpos possuem os mais variados formatos e que podemos acompanhar durante toda a evolução histórica na arquitetura humana.

Antigamente, eram feitas baseadas em estruturas sólidas e pesadas que carregavam fortes significados e traços ainda mais rebuscados e detalhes simétricos, nos tempos de hoje as coisas mudaram e seus formatos passaram a ser leves, suaves, sofisticados e trazendo ainda mais a estética como fator chave para a segurança que o guarda-corpo consegue oferecer.  Você consegue notar a diferença entre as imagens aqui presentes.

Interessante como um artefato surge através de uma necessidade humana e se transforma em um equipamento arquitetônico para fins estéticos e de proteção.

E aqui se termina uma parte da Semana do Guarda-Corpo.

Até a próxima com mais novidades.

~ Equipe Mkt TG.